Menu fechado

Como tudo começou

Hoje um projeto de vida, design e experiências, mas a história é bem mais longa que isso!

Tudo teve início em 2006, quando dois amigos, Julio Sonnewend e Rodrigo Jackson, cansados das mesmices criativo-visuais que dominam o mercado, desejavam acima de tudo, trabalhar num lugar onde as idéias fossem além do brainstorm.

Tal utopia só se realizaria com o sacrifício de seus então seguros empregos, coragem para pisar num território conhecido por poucos, mas temido por todos, e ousadia para meter a cara defendendo um sonho que ninguém realizaria por ambos, a não ser eles mesmos.

Logo no primeiro ano de vida, outros profissionais também acreditaram no nosso sonho se tornaram além de funcionários, grandes amigos, deixando suas marcas registradas em nosso portfólio.

Tivemos alguns endereços físicos, reformamos, mudamos, nos adaptamos, crescemos, e, 8 anos depois, decidimos entregar as salas e recomeçar de outra maneira.

Um novo formato, bem mais simples, com liberdade para trabalhar de qualquer lugar, voltar a se envolver a fundo em cada cliente e desbravar por aí.

Nessa fase, toda equipe foi cuidadosamente realocada no mercado, indicamos, fizemos referências, e de cabeça tranquila pudemos seguir nossa viagem.

Para realizar grandes coisas, as vezes precisamos abrir mão de outras.

Resumindo, isso é Bravura, queimando idéias inusitadas como combustível, ganhando cada vez mais parceiros interessados nessa viagem.


Tire a bunda da cadeira e vá além do briefing!

Esse é o nosso mantra, frase que repetimos muito e já foi até título de palestra ministradas por nós em universidades como incentivo ao envolvimento.

São feitas muitas anotações, fotos e registros emocionais nesse processo de criação, e isso tudo reflete diretamente na qualidade do trabalho e acerto das propostas apresentadas.

Alguns registros antigos de laboratórios feitos nos clientes para inspirar nossa mente, e assim foram muitos!

Pesquisa de campo feita pela equipe da Bravura, para inspiração na criação do website Aumkar, empresa fabricante do digeridoo, instrumento aborígene australiano. (junho, 2007)

Mais um laboratório para entendermos o trabalho do cliente, desta vez uma escola de aviação desportiva chamda Avolo. Julio e Digodo conversaram com o instrutor de vôo Alan, que explica o objetivo da empresa, enquanto Gabriel e Alexandre botaram as asinhas de fora e experimentaram uma aula com direito a pilotagem e muita adrenalina! (dezembro, 2008)

Bons momentos dessa viagem!